sexta-feira, 11 de março de 2011

Legislação trabalhista brasileira penaliza ...

x
.... empregadores e empregados
x
A última edição da revista britânica “The Economist” qualificou como “arcaico” o atual sistema de leis trabalhistas do Brasil, argumentando que o país é engessado por um sistema complicado, caro e que afugenta novas contratações.
x
No artigo “Empregadores, cuidado”, a revista afirma que o conjunto dos direitos dos empregados no Brasil é composto por 900 artigos, “originalmente derivados do código trabalhista corporativista da Itália de Mussolini”.
x
“Em 2009, 2,1 milhões de brasileiros abriram processo contra seus empregadores em tribunais trabalhistas. Essas cortes raramente tomam o lado dos empresários”, acrescenta a publicação.
x
Para a revista, a eleição do líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva chegou a despertar a esperança de que com ele na presidência seria mais fácil convencer os trabalhadores de que uma legislação menos rígida também os beneficiaria.
x
“Mas escândalos em seu primeiro mandato tirou dos trilhos essa e outras muito aguardadas reformas”, aponta.
x
A revista avalia que depois disso, com o crescimento econômico do país, a pressão pela reforma do código trabalhista diminuiu. “Muitas das novas vagas são formais, apesar das leis trabalhistas, e não por causa delas”, escreve a publicação.
x
Fonte: UOL Notícias
x